Peixe retoma os treinamentos pensando no Inter de Lages

09.02.2017

O Catarinense é um dos estaduais mais difíceis e disputados do país, principalmente para quem busca se manter na elite após tantos anos de fora. Das 10 equipes participantes, cinco figuram no cenário nacional do futebol: Chapecoense, Avaí, Figueirense, Criciúma e Joinville. Os dois rebaixados provavelmente saem das outras cinco. Por isso, o Peixe já imaginava que não teria vida fácil na competição. 

 

- É claro que imaginávamos uma grande dificuldade, a primeira divisão do Catarinense é muito difícil. Nós, jogadores, assumimos a responsabilidade deste momento. Confiamos uns nos outros, na comissão e na direção. Acreditamos neste projeto e vamos lutar para manter o Tubarão na Série A - salienta Gerson. 

 

O zagueiro e o resto do grupo já retomaram os treinamentos nesta quinta. Eles trabalharam na Vila durante a tarde para enfrentar o Inter de Lages no próximo domingo. Em mais um confronto com um adversário direto, o defensor espera mais agressividade dentro do campo para conquistar a vitória.

 

- Temos que agir e sermos mais competitivos para vencer. O trabalho e a preparação fora do campo está acontecendo, mas não estamos correspondendo. É hora de sermos mais agressivos e demonstrarmos mais empenho para conquistar os resultados. Juntos tenho certeza que iremos reverter o que vem acontecendo - destaca.  

 

Antes de viajar para serra, o Peixe treina na sexta e no sábado no estádio Domingos Silveira Gonzales. Inter de Lages e Tubarão se enfrentam no domingo pela quinta rodada do Catarinense, às 17h, no estádio Vidal Ramos Junior.

Please reload

Destaque

Carlos Alexandre renova com o Peixe até o fim de 2020

12.12.2019

1/10
Please reload

Notícias Recentes