Com Rentería e Ferrón, surge o portunhol no Tubarão

19.01.2017

 

Prestando atenção nos treinamentos e no dia a dia do Peixe, ouve-se sotaques, expressões e vocabulários distintos. Em uma mistura de culturas de jogadores de todo Brasil, o elenco ganhou duas peças que trarão ainda mais palavras diferentes ao vocabulário futebolístico da cidade: o colombiano Rentería e o uruguaio Ferrón são os os estrangeiros do Tubarão. O ex-atacante de Inter, Atlético-MG e Santos chegou a primeira vez ao Brasil em 2005 e espera passar o que aprendeu no futebol para os outros atletas.   

 

- Sou um cara experiente, é meu papel ajudar os companheiros, mas eles também me ajudam bastante. Estamos nos conhecendo e fazendo um trabalho muito bom. Os treinamentos estão ótimos, evoluímos bastante e esperamos fazer um bom campeonato - comenta Rentería. 

 

Está sendo do atacante também a missão de ajudar o uruguaio Ferrón com o português. Aos 22 anos, é a primeira vez que o meia, revelado nas categorias de base do River-URU, joga no Brasil. Mesmo não dominando a língua nativa, o bom portunhol conhecido pelos brasileiros e a ajuda do companheiro latino têm facilitado a comunicação do jogador nos treinamentos. 

 

- O Rentería fala muito bem tanto o espanhol, quanto português. Quando eu tenho algum problema no campo com o idioma, ele me ajuda. Está sendo um prazer para mim jogar no Brasil, ainda mais com jogadores tão bons e em um clube tão organizado como o Tubarão - destaca o uruguaio. 

 

Promessa da base

 

Em 2016, o garoto Israel foi um dos destaques da equipe sub-20 do Tubarão. O talento do paulista de 18 anos chamou a atenção do técnico Marcelo Mabilia, que integrou o meia-atacante ao elenco principal. O esforço no dia a dia foi coroado com grandes oportunidades na reta final do campeonato: a estreia contra o Juventus e a titularidade na final contra o Almirante Barroso.Nesta temporada, ele voltou mais preparado - e com mais força de vontade -, para continuar trilhando seu caminho no clube, desta vez na Série A do Catarinense.  

 

- Estou treinando para estar pronto quando o Mabilia precisar. Sempre trabalhei com muito empenho e consegui minha chance no fim da competição. É isso que eu desejo, evoluir a cada dia com a ajuda dos jogadores experientes que o clube tem e aproveitar as oportunidades quando elas aparecerem - afirma o jovem. 

 

No décimo oitavo dia da pré-temporada, Israel e o grupo e treinaram pela manhã no Domingos Silveira Gonzales e realizaram atividades físicas na academia e no campo durante a tarde. Na sexta-feira, o elenco continua trabalhando na Vila, antes do amistoso de sábado entre Tubarão e Aimoré, às 17h. Os ingressos estão disponíveis no site da Minha Entrada, através do link: https://minhaentrada.com.br/evento/ca-tubaro-x-ce-aimor-6131, ou na bilheteria do estádio. 

Please reload

Destaque

Definida a fórmula do Campeonato Catarinense

20.11.2019

1/10
Please reload

Notícias Recentes